Mapa Site: Programas-Casa do Hip Hop-Studio Criativo-Saberes e Sabores - Núcleo eSports-Núcleo Animação-FAASC

 

 

 

 

 

 

 

 

A Frente de Ação e Arte Santa Cruz, consciente da dinâmica do espaço urbano e da importância do trabalho de base em comunidades menos favorecidas pela estrutura capitalista, foi criada com o intuito de melhorar a infraestrutura e empoderar a comunidade, a fim de que políticas e atitudes segregacionistas não prejudiquem os moradores, permitindo a inserção dos mesmos no espaço urbano como um todo, para que dessa maneira, com a união do poder público administrativo e a conscientização coletiva, ocorram melhorias nas questões sociais que envolvem comunidades.

 

Atualmente, têm-se grande preconceito em torno do termo e do lugar denominado como “Favela”. Tal preconceito fornece argumentos para o Estado e o poder instituído contra a favela.

Muito se sabe que através de muros e outras medidas, tentam esconder, quando não desintegrar de alguma forma esse espaço. Muitas vezes removendo os moradores do local onde nasceram e criaram raízes, familiares, costumes, os levando para um local que nada lhe representa, muitas vezes contra sua vontade.

Além da falta da assistência pública que ocorre, havendo em muitos casos negligencias nos serviços que deveriam ser prestados à comunidade. Os atores urbanos que trabalham e modelam o espaço urbano tem atitudes segregacionistas para com as comunidades menos favorecidas, o que muitas vezes dificulta a solicitação de serviços públicas para a comunidade e a inserção da mesma na cidade como um todo.

O sentimento de pertencimento ao local, de territorialidade, existe, e talvez um dos lugares onde esse sentimento mais se acentue e resista é na favela, nas moradias irregulares, pois há de um lado quem queira acabar com essa territorialidade, nem que seja á força, porém há quem queira confirmar seu território, dotado de simbologia e sentimentos. Portanto a Frente de Ação e Arte Santa Cruz entende como necessário o trabalho de pertencimento.

Outra questão que muito se relaciona com o pertencimento e cuidado ao lugar, são os problemas sociais, por exemplo. Uma comunidade que não entende seu lugar de origem e não tem esse sentimento, não se importa muito com o desenvolvimento do local, muitas vezes utilizando o local apenas para ganho próprio, sem entender qual o problema que certas atitudes podem causar para o lugar.

Como por exemplo o tráfico de drogas.

 

A partir do momento que cria-se esse sentimento coletivo de pertencimento e identidade, consequentemente as melhorias acabaram ocorrendo, pois a comunidade acabará querendo o melhor para seu lugar.

Além do sentimento de segurança que deve ser estabelecido e criado para melhoria do local e da qualidade de vida dos moradores. Entender também o sistema municipal, estadual, federativo, mundial, estar consciente politicamente, do que representamos no sistema que vivemos também é de grande importância.

Portanto a ideia central da Frente de Ação e Arte Santa Cruz é o de realizar um trabalho de base para empoderamento da comunidade, a fim de que a mesma tenha consciência do papel de cidadania a ser desempenhada no espaço municipal, tendo como pressuposto o fato de que a cidade deve ser destinada à todos e que os direitos dos munícipes sejam garantidos. 

 

LOGO FAASC.png